A Síndrome da Seta

Não é novidade pra ninguém que em uma cidade do interior de São Paulo nenhum nativo da a mínima para o uso da seto de seu veículo automotivo. 

Deve ser algum problema de antepassados, it’s not possible! Eu nunca conheci ninguém que usasse a seta 100% das vezes. tatatatatatatatata to exagerando, ninguém consegue usar, mas como a produtividade de uma empresa, temos que chegar nos 98% pelo menos. É sempre uma desculpa diferente, não entendo.

O problema é que a falta do uso da seta fez com que as pessoas esquecessem de como interpretá-las. Mas de uma vez eu fui “xingado” por usar a seta e as pessoas não entenderem. 

WHY, people, WHY? 

O ministério do transporte adverte, diferente do cu, pode dar a seta a vontade. 

Publicado em Música?? | Etiquetas , , , , , , , , , , , | Publicar um comentário

Estatuto do Nascituro: E viva aquele que nem nasceu!

Foi aprovado, de acordo com o site do estadão, o Estatuto filhadaputisse-Católica-Cristã-evangélica-meuPintoGrande do Nascituro.

O estatuto promete deixar o aborto completamente ilegal, em todas circunstâncias, e em alguns casos considerá-lo como homicídio. Ou seja, a mulher que se foda… de novo.

Eu não to aqui pra falar da lei, ou pra criticar as pessoas que a fizeram, eu estou aqui pra criar cenários onde, eu espero, que nem o cristão, evangélico, ou o que for que aprova essa lei, perceba que isso não passa de uma grande besteira criada por anciões que querem ver o renascimento de novo e a igreja mandando na porra toda.

CENÁRIO NÚMERO 1

Uma mulher de 55 anos fica grávida. Uma gravidez nessa idade é perigosa, todos nós sabemos disso.
Acontece que nesse caso fictício que pode ser real, essa mulher, viúva, mãe de 3 filhos, um de 25, um de 20 e um de 15, sem importar com sexo, vai na igreja periodicamente, pratica sua religião, acaba descobrindo que existe apenas 0,1% de chance do feto se desenvolver com saúde, devido a complicações de hormonios, e ainda sim, no outros 99,99% dos cenários criados pelos médicos, a mãe e o feto morrem. Ela deve abortaimediatamente. se a lei existisse ela deixa 3 jovens sem pais, uma vida inteira pela frente por causa de algo que nunca existiu.

CENÁRIO NÚMERO 2

Uma mulher de 27 anos que acabou de casar com o amor da sua vida, possuem uma vida estável.
Duas semanas depois do seu casamento ela fica grávida. Algumas semanas depois, descobre que seu feto é anencefálo, a sua criança nascerá sem um cérebro. Ou seja, será um vegetal no pouco de tempo de vida que terá. A mãe terá então, graças à lei, aguentar durante nove meses, e imaginar tudo que essa criança não viverá, não poderá se comunicar, não entenderá nunca emoções, ou o que acontece a sua volta.
Essa criança nem nasceu ainda… ele nem é um ser vivo, praticamente… por que não acabar com o sofrimento dessa mãe e dessa criança? Aliás a criança nem sofrerá, ela não tem um cérebro e não saberá o que vai estar acontecendo. Não sentirá absolutamente nada.
Ah, sim, Claro… isso se a mãe não tiver um aborto espontâneo nesse meio tempo e ser indiciada por homicídio.
Essa também é um gravidez de risco.

CENÁRIO NÚMERO 3

Uma jovem de 16 anos que mora na zona leste de São Paulo, nunca teve pais presentes, fica grávida do namorado nunca teve educação pra saber o que é uma camisinha ou uma pílula anticoncepcional, mas é claro na favela onde ela mora não existe sequer um posto médico.
Uma criança como esta, sem pais, sem renda, sem educação, vai por uma criança no mundo pra quê? Viver uma vida miserável?

(Ultimo) CENÁRIO NÚMERO 4

Uma garota de 12 anos de pais evangélicos é estuprada por um homem qualquer no caminho de volta da sua escola dominical que não fica nem 5 minutos a pé de sua casa. Ela fica grávida, sua infância é tirada para sempre de sua alma. Por que ela deve sofrer mais 9 meses por isso?

Publicado em QUE MERDA É ESSA BRASIL? | Etiquetas , , , , , , , , , , , , , , | Publicar um comentário

Cultura Futebolística Brasileira

Mais um post sobre esse assunto que eu tanto amo!

Alguém já notou que ser louco por um time é uma coisa normal? Comprar camiseta por R$ 150,00, ingresso por R$ 50,00, bandeira por R$ 50,00, um refrigerante no estádio por R$10,00, gritar e ficar enlouquecido com o time, perdendo ou ganhando, é a coisa mais normal do mundo. MAS, se eu posto algo sobre o casamento gay e as posturas incoerentes da igreja nas redes sociais eu sou o Anormal?

Há muito tempo assistir jogos de futebol e ir ao estádio é algo divertido e gostoso. Passar o domingo inteiro esperando por aquela chamada do Galvão “BEM AMIGOS DA REDE GLOBO…” é saudável e muitos vão concordar.

A putaria começa a partir do momento em que eu demonstro a mesma paixão sobre assuntos que realmente influenciam a minha vida e eu sou o anormal.

Várias vezes me peguei sendo criticado quando falava sobre o sistema de educação do Brasil, ou mesmo sobre o casamento gay e pessoas comentavam: “para com isso cara…” “por que você se informa tanto sobre isso?” “por que perder a paciência com algo assim?”

Porque meus amigos, esses assuntos são relevantes para mim.

Ao ver notícias que me revoltam na TV ou na Internet eu dou minha reação fervorosa como qualquer um da quando um time faz um gol… Por que eu não posso?

Quando o Corinthians ganhar o paulistão nesse domingo o céu irá se encher de fogos, e o bonitão que vos fala, só vai conseguir dormir depois das 03h00 por causa do barulho e da dor de cabeça.

Vale a pena gastar isso tudo de dinheiro e tempo por algo tão trivial?

O engraçado foi que quando liberaram o casamento gay aqui no Brasil eu não houvi fogos…

Publicado em desabafo social | Etiquetas , , , | Publicar um comentário

A cultura futebolística e o dinheiro envolvido no Brasil

As copas estão chegando e o Brasileiro, mais uma vez, se mostrou incompetente e um assunto que parecia não haver tantos problemas.

A copa do mundo de futebol é um evento mágico para aqueles que gostam ou não de futebol. E principalmente para as empresas envolvidas nessa festa.

No Brasil não seria muito diferente, o “país do futebol” não poderia ficar de fora de ser um dos ‘hosts’ dessa festa. Façamos uma copa no Brasil. Mas, será que o Brasil é capaz? Claro que ele é capaz, a Africa do Sul que possui um desenvolvimento muito pior que o nosso não deixou a desejar. Construiu pelos estádios em pouquíssimo tempo e, pelo menos no período da copa, fez um trabalho de turismo muito bom no país. Claro, eu falo isso pois conheci uma senhora sul-africana que veio dar uma palestra na escola em que eu estudava inglês, ela própria estava impressionada com a África do Sul. Um dos países do Rugby se tornou a copa do Mundo de Futebol e fez por merecer.

A diferença é que no Brasil, a banda toca um pouquinho diferente. Um país que esta se destacando entre os gigantes deveria estar mais preparado… mas é claro… que não.

Aqui no Brasil os clubes são gigantes e movimentam uma grana FODIDA durante o ano, uma grana privada que poderia ser investida muito bem na reforma dos estádios que já possuímos  Torná-los, o que já são grandes, em estádios enormes e com uma infra-estrutura de dar inveja nos ancestrais do Oscar Niemeyer. Só que mais uma vez o Brasil fez uma puta cagada.

O São Paulo Futebol Clube (que possui, sem sobra de dúvidas, o estádio com a melhor infra-estrutura entre os estádios ‘privados’) apresentou um puta projeto para a comissão de retardados mentais responsáveis pela realização da copa.

Especuladores do mundo da Bola aqui no Brasil tinham certeza que o estádio do Morumbi seria aprovado como um dos participantes da copa do mundo. Mas, como sempre, esquecemos que o chefe da pizzada é o Ricardo Teixeira.

Como a diretoria do São Paulo pode esquecer esse detalhe?? O Ricardo já estava no poder desde 1989… O poder corrompe, senhoras e senhores. O Projeto foi negado, o Morumbi não seria reformado para a Copa.

Ao invés disso resolve-se tirar dinheiro do estado… DO ESTADO… para construção do estádio do Corinthians que possui a segunda maior torcida do Brasil. E a claro, a reforma do Maracanã, mas todos sabíamos que isso aconteceria, o Maraca é um tesouro do Brasil. Mas essa não é a questão.

A reforma do Morumbi teria muito mais dinheiro privado do que estatal envolvido, e mesmo assim optaram pela construção do “Itaquerão”… QUE NÃO TA PRONTO AINDA!!!!

Cacete, falta um ano pra bagaça começar, o itaquerão começou atrasado, o trem bala que iria faria Campinas-São Paulo-Rio de Janeiro, não vai sair, não sei direito o por quê.

E ta ai, uma obra atrasada, com dinheiro público envolvida, facinha para uma aumentada no orçamento para alguém ir lá e “passar a mão”… e você ai… comprando fogos de artifício para comemorar a vitória do Timão no Domingo dia 19.

Publicado em desabafo social | Etiquetas , , , | Publicar um comentário

“Aõ” para “inho”

Durante toda a minha vida eu fui chamado de “Igão”. Além de ser gordo pra caramba, eu sempre estive entre os mais altos e sempre achei que eu causava um pouco de medo.
Tudo era “Igão” isso, “Igão” aquilo. Durante todo o ensino fundamental e médio.

Então, de repente, fui parar na faculdade. Quando percebi estava entre os menores. Exatamente. Minha faculdade é de gigantes. Uma vez que a média Brasileira de altura gira em tora de 1,75m, a média da minha turma sobe pra uns 1,85, e eu com meus humildes 1,80 fiquei para trás.
As pessoas que eu tenho mais contato na faculdade são maiores que eu. Entre os homens claro. Quando fico entre as mulheres, me sinto na terra dos smurfs. De repente não era mais “Igão”, agora era “Iguinho”.

De uns tempos pra cá comecei a pensar nisso como um significado maior. Não só que eu era o menor, mas a sensação de ser o menor te trás uma fragilidade, mas de uma forma boa. Uma fragilidade que todo o humano necessita.

Sinto uma forma de carinho muito maior quando me chamam no diminutivo, como se estivessem falando com uma criança, “eu sempre estarei aqui”.

Contei isso tudo porque, de todas as coisa que vejo o ser humano fazer, acho que esta na hora dele ser menos “ão” e mais “inho”.
Ser mais frágil, deixar ser ajudado, se sentir humano e não carregar tudo nas costas. Largar a postura de machão. Ser menos “eu” e mais “nós”

Publicado em Cool Post | Etiquetas , , , | Publicar um comentário

Beleza Passageira

As vezes eu me pego olhando as estrelas e me perguntado: por que as estrelas mais brilhantes já estão mortas?

Claro que a resposta científica todo mundo sabe. Mas, por que algo tão lindo já está morto? Se já acabou, por que continua sendo tão lindo?

Então me vejo pensando, toda a beleza no mundo é passageira.

O Brasil subindo como uma das melhores economias: de acordo com a revista Exame, isso esta acabando.
A beleza de uma mulher: passageiro
A beleza de uma paixão
A beleza de um carro
O chão limpo da sua casa (por mais idiota que isso seja)
O jeito que você olha aquele sapato novo
Ou joga aquele game novo
Encara o seu telefone novo
Ou digitar no seu computador novo

Todo o tipo de beleza e excitação são passageiros, e eu me pergunto: se é tão bonito, ou mesmo gostoso, por que tem que acabar? Por mais fútil que isso seja, ou que esse sentimento seja, é gostoso, e todos nós sabemos disso.

Não é um preço de um telefone ou sapato que faz ele valer mais ou não, é ele ser novo, e você sabe disso! É a beleza de uma menina no seu grande aniversário de 15 anos, para que quando ela chegar nos seus 25, e perceber que não fez nada da vida, ela para de se cuidar. Toda aquela inocência aparente, e aquele beleza paralizante, acabará.

Mas a beleza deve ser passageira sim, o mundo deve ter o seu caos, uma vez ou outra. Uma mulher deve envelhecer, e o prazo de validade do seu tem que chegar. A beleza é passageira por um motivo: se ela não fosse passageira ninguém a admiraria.

Publicado em Cool Post | Etiquetas , | Publicar um comentário

Conformistas

Não existem pessoas burras, e muito menos fracas. Existem pessoas conformistas e preguiçosas.

Isso é algo que sempre me incomodou, e particularmente, me deixa muito puto da vida hoje em dia.

O exemplo mais básico que temos hoje é o aluno da escola/faculdade, que não quer nada com nada e se auto declara burro. O que acontece com esse tipo de pessoa é a conformidade com a derrota. Ser conformistas é acreditar que tal coisa é do jeito que é porque deve ser, pra mim errado.

Antes de começar a tocar guitarra, eu tinha colocado na minha cabeça que eu nunca seria tão bom como o meu pai, achava o que ele fazia no violão algo extraordinário. Ainda mais quando eu via o meu padrinho tocando, achava que eu nunca seria capaz de fazer aquilo no violão.

Por um tempo eu me conformei com aquilo, até que eu decidi me dedicar e comecei a ter aulas de violão e guitarra. Quando eu menos esperava, estava tocando em rodinhas com os amigos. Meu pai sempre falava pra eu tocar em festas, churrascos, etc. Percebi que as pessoas me elogiavam, ainda mais quando a minha namorada cantava comigo. Cá entre nós, a voz dela é foda.

O que eu quero dizer com isso tudo, é que não existem pessoas burras ou incapazes, existe, pessoas conformistas e folgadas, e esse tipo de pessoas me deixa puto da vida.

Largue de arranjar desculpe porque você não quer fazer isso o aquilo, ou se acha incapaz disso ou aquilo. Dedique-se e terá uma surpresa, como eu tive.

Publicado em desabafo social | Etiquetas , , | Publicar um comentário